Copom inicia hoje reunião para definir taxa de juros Selic

 :
O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) inicia hoje (15), em Brasília, reunião para definir a taxa básica de juros, a Selic. Amanhã (16), às 18h, após a segunda parte da reunião, o comitê anunciará a decisão.

Com a inflação baixa, o mercado financeiro espera pelo último corte na Selic, no atual ciclo de redução. Em março, o Copom reduziu a Selic pela décima segunda vez seguida, de 6,75% ao ano para 6,5% ao ano, o menor nível desde o início da série histórica do Banco Central, em 1986.

A taxa básica de juros é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de referência para as demais taxas de juros da economia.

Custos do crédito

Ao reduzir os juros básicos, a tendência é diminuir os custos do crédito e incentivar a produção e o consumo. Para cortar a Selic, a autoridade monetária precisa estar segura de que os preços estão sob controle e não correm risco de subir.

Na última reunião do Copom, o BC sinalizou que faria mais uma redução da Selic em maio e encerraria os cortes na taxa.

Ao definir a taxa Selic, o BC está mirando na meta de inflação, que é de 4,5% neste ano, com limite inferior de 3% e superior de 6%. Para 2019, a meta é 4,25% com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%.

Fonte: Agência Brasil
Contato
Email:

contatocellim.com.br

Fone:

11.4121.3400

Endereço:

Rua Santos Dumont n.º 168, Conjunto 22
Centro - São Bernardo do Campo/SP

Ver no Waze


Novidades
  • Especulações sobre o  novo  PIS e Cofins
  • ICMS - Fazenda paulista agiliza o ressarcimento de Substituição Tributária
  • Banco Central joga contra o Brasil ao manter SELIC em 6,5%
  • A importância do Sistema CFC/CRCs
  • Código de Ética Profissional passará por atualização
  • Novo golpe usa o nome da Receita Federal
  • GA das Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público realiza 22ª reunião
  • Juiz Federal fala sobre nova lei trabalhista a profissionais da Contabilidade
  • Presidente do CRCSP leva reivindicações à Jucesp
Redes Sociais