MEI com funcionário deverá aderir ao E-Social

 :
O pequeno empreendedor cadastrado como MEI, além dos benefícios da formalização, pode ter até um funcionário que receba o salário mínimo/piso da categoria. A partir de 1º de julho de 2018 os MEIs que possuírem funcionário deverão aderir ao e-social.

Essa medida visa diminuir a burocracia e unificar as informações fiscais, previdenciárias e trabalhistas dos empreendedores em um só lugar. A ideia é que haja um banco de dados único administrado pelo Governo Federal para tratamento dessas informações.

Importante frisar que o MEI seguirá gerando sua DAS mensal pelo SIMEI. Essa mensalidade refere-se à unificação de tributos referentes à sua atividade como MEI, ou seja, os impostos que você deve pagar como “empresa”. Nada muda em relação a isso.

A adesão ao E-Social deverá ser feita somente pelos MEIs que possuam funcionário e pode ser realizada pelo site, utilizando seu código de acesso. O site do e-social poderá ser acessado neste link.

Todos os funcionário possuem direitos trabalhistas e essa medida visa facilitar o exercícios desses direitos.

Se você possui dúvidas sobre como proceder para contratação e regularização de funcionário, recomendamos que procure o Sebrae da sua cidade ou mesmo um contador.

Fonte: PortalMEI.org
Contato
Email:

contatocellim.com.br

Fone:

11.4121.3400

Endereço:

Rua Santos Dumont n.º 168, Conjunto 22
Centro - São Bernardo do Campo/SP

Ver no Waze


Novidades
  • Quais as obrigações extintas com a EFD-Reinf
  • Exclusão do Programa Especial de Regularização Tributária tem aplicação do PAF regulamentada
  • Confira quanto você vai receber na distribuição dos lucros do FGTS
  • Projeto autoriza instauração de inventário quando herdeiros do espólio não se manifestam
  • Dados mostram retomada de cenário no Brasil
  • Aprovada alíquota menor para microempresa industrial que adota gestão ambiental
  • Livros Contábeis e Fiscais Obrigatórios para as ONGS
  • Número de acordos em convenções coletivas tem queda de 45% após reforma trabalhista.
  • DCTFWeb entra em vigor a partir do mês de agosto
Redes Sociais